Teoria da Agência no Contexto da Governança Pública: Ensaiando Uma Nova Reflexão

Autores

  • VERIVALDO ALVES DE FREITAS Universidade Federal do Ceará
  • LIZY MANAYRA SANTOS OLIVEIRA Universidade Federal do Ceará
  • JANAINA DOS SANTOS BENVINDO Universidade Federal do Ceará

Resumo

O presente ensaio teórico tem o objetivo de discutir a relação entre a teoria da agência e a governança no contexto da gestão pública. Aborda a Teoria da Agência, como base para a discussão teórica, e ainda a governança pública na abordagem democrática. A partir de uma análise mais detalhada sobre a temática, tornou-se evidente que as estruturas adequadas de governança na iniciativa privada podem não gerar resultados tão eficazes no contexto público. Adicionalmente, estudos exprimem a ausência de consenso sobre a aplicação do paradigma agente-principal no setor público, dada a complexidade das diversas relações presentes nesse âmbito, embora alguns autores defendam a viabilidade da teoria da agência nas interações do setor público. Sob a perspectiva democrática, identificou-se que a governança pública pode assegurar maior efetividade e desempenho otimizado, considerando a relevância de uma participação cidadã mais ampla na gestão pública. Destaca-se também a necessidade de desenvolvimento de novas competências sociais para a concretização de políticas e iniciativas governamentais. As discussões teóricas presentes neste estudo têm o potencial de contribuir significativamente para uma compreensão mais aprofundada da relação entre a Teoria da Agência e sua aplicação na Governança Pública. Dessa forma, espera-se que esse avanço na temática possa impactar positivamente o cenário científico, proporcionando insights valiosos e fomentando futuras pesquisas nesse domínio específico.

Downloads

Publicado

15/06/2024

Edição

Seção

Artigos