ELEMENTOS IMPACTANTES NA VARIAÇÃO DOS PREÇOS EM PREGÕES ELETRÔNICOS

Autores

Resumo

O tema deste trabalho de conclusão de curso vem dar destaque em uma modalidade de licitação, Pregão Eletrônicoo qual faz muita diferença na hora de realizar uma compra ou contratar um serviço público. Com o avanço da tecnologia, facilitou o processo de aquisição. Dessa forma busca-se o aperfeiçoamento que garanta agilidade, eficiência, redução de tempo e de custos para administração pública.Nessa pesquisa buscou-se achar elementos que influencia na variação dos preços em Pregões Eletrônicos. Com isso apresenta o seguinte problema: Quais os fatores constitutivos do procedimento licitatório podem influenciar no ganho econômico para a Administração Pública com a utilização do Pregão Eletrônico? Cujo tem como objetivo geral da pesquisa: Verificar os impactos que as variáveis independentes, Números de Fornecedores, Número de Lances, Dados na Disputa e a Quantidade Comprada, promove na variável dependente Preço de Venda do produto em Pregoes Eletrônicos. Para atingir o objetivo foi utilizada a modelagem de regressão linear composta, e constatou-se que entre as variável testadas a variável independente Número de Fornecedor impactou de maneira positiva na variável dependente Preço de Venda do Produto em Pregões Eletrônicos. Este trabalho e todo estudo realizado teve um resultado satisfatório, assim trazmaior vantagem na utilização do Pregão Eletrônico, pois promove a diminuição dos gastos que gera economia e assim aumenta a quantidade de interessados que consequentemente resulta em maior número de oferta. Beneficia todo o setor público e lucra em seus orçamentos financeiros.

Biografia do Autor

José Washington de Freitas Diniz Filho, UNIVERSIDADE CEUMA

MESTRE EM ADMINISTRAÇÃO PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM), CONTADOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO (UFMA) E PROFESSOR DE PÓS-GRADUAÇÃO E GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE CEUMA.

Erika Regina Santos Melo, UNIVERSIDADE CEUMA

Graduada do Curso de Ciências Contábeis

Downloads

Publicado

30/11/2018

Edição

Seção

Artigos